Wow!

A experiência de assistir um show no exterior

A experiência de assistir um show no exterior
Laura começa o show cantando o single "Simili". (Foto: Arquivo pessoal)

Laura começa o show cantando o single “Simili”. (Foto: Arquivo pessoal)

Você é fã de um cantor, uma cantora, uma banda? Com certeza entre os seus maiores desejos (por que não devaneios?) é assistir um show no país desse artista ou em qualquer lugar do mundo. Nada é impossível para quem tem um sonho!

Desde 1996 sou fã da cantora italiana Laura Pausini. Já assisti vários shows no Brasil, tive a boa sorte de conhecê-la pessoalmente (uma fofinha!), mas desde 2007 que ela gravou um DVD no Estádio de San Siro, em Milão, na Itália, eu acalentava o desejo de vê-la cantar no seu país de nascimento. Afinal, ela é fenomenal. A primeira mulher italiana a se apresentar num estádio para 70 mil pessoas.

Eu que já tenho um amor tão grande pela Itália, pensei: “Se a Laura marcar um novo show em estádios, eu vou”. Nas minhas férias, em outubro de 2014, realizei minha primeira viagem para a Itália. Amei! <3

Quando a italiana anunciou no ano passado que faria a turnê “Simili” nos estádios, qual foi a minha reação? “Eu vou!” #aloka.

Fazer uma viagem internacional requer muito esforço, planejamento, dedicação, renunciar compras, saídas com os amigos coisas para um bem maior (ah não ser que você tenha ganhado na Mega-Sena, o que não é o meu caso…rs!).

Vou dar algumas dicas para você, leitor do MDPOP, que também sonha em ver sua diva em algum canto do mundo:

  1. Apesar do euro e do dólar em alta, viajar não está tão difícil como era antes. O bacana é pesquisar as companhias aéreas, várias fazem promoções e tem empresas que parcelam as passagens em até 10 vezes no cartão de crédito.
  2. O mais difícil é guardar uma parte do salário para trocar em euros…rs! Mas TUDO pelo objetivo maior.
  3. Se você vai com os amigos, uma dica bacana é alugar quartos ou até mesmo apartamentos pelo Airbnb. Você encontra muitas coisas boas e no meu caso, a minha hospedagem saiu mais barata do que na minha primeira viagem que fiquei em hostel.
  4. A minha experiência foi na Itália. Lá eu conseguia tomar café da manhã por 3 euros (capuccino, croassaint e água). Almoçava pastas (macarrão) ou pizzas por 4 a 8 euros. Com pratos muito bem servidos.
  5. Em uma viagem internacional é importante fazer o seguro viagem que será necessário caso aconteça algum problema de saúde com você lá.
  6. De São Paulo para Roma são 11h de voo (direto). Então esteja preparado para dormir ou não. Classe econômica é apertada e os assentos não são muitos confortáveis, mas dá para sobreviver. Procure a cada 3h, andar nos corredores do avião para dar uma ativada na circulação. Se você pegar uma conexão, o total de horas do seu voo pode ser 13h ou 15h.
  7. Já que você fará uma viagem internacional, aproveite o tempo para conhecer algumas cidades do país. Eu fiquei 12 dias e fiz nove cidades. Na Itália, a malha ferroviária funciona bem e, por exemplo, você faz o trecho Bolonha-Florença em 30 minutos e Roma-Milão em 3 horas em trens de alta velocidade.

Dicas para o dia do show

No caso da Laura, os shows eram em estádios. Cada artista tem uma estrutura. A Laura encontra com os fãs antes do show, então as entradas foram abertas as 14h30.

stadi_Laura

Qual é o seu objetivo? Ficar na grade? De cara com a artista? Se sim, chegue o mais cedo possível. Tinha alguns fãs italianos que dormiram na fila. Se você não se importa com a localização, não vale o cansaço. No primeiro show, eu cheguei as 11h e o sol estava muito quente em Milão. Fiquei um pouco incomodada, mas depois, junto com uma amiga entramos no Estádio, conseguimos descansar e mesmo chegando as 11h ficamos coladas na grade do setor Prato. No segundo show em Roma, chegamos as 19h e pegamos um bom lugar próximo ao palco.

Elizangela (à direita de shorts) junto com alguns fãs brasileiros e italianos no Estádio Olímpico em Roma.

Elizangela (à direita de shorts) junto com alguns fãs brasileiros e italianos no Estádio Olímpico em Roma.

Leve bastante água, lanches, protetor solar, boné. Tudo para se proteger, se alimentar e se hidratar bem. Não esqueça de levar remédios, caso você esteja tomando alguma medicação.

Aproveite o tempo na fila e de espera para fazer amizades com fãs de outros países, treinar o idioma daquele país. Do restante, é esperar dar o horário e curtir o show da sua vida e da sua diva.

A cantora italiana durante apresentação no estádio de San Siro em Milão (Foto: Arquivo pessoal)

A cantora italiana durante apresentação no estádio de San Siro em Milão (Foto: Arquivo pessoal)

Laura, obrigada pelos melhores shows da minha vida!